5 Estratégias para o consumidor enxergar sentido na sua empresa

Mindy Grossman, da HSNi, é uma executiva visionária. Ela listou estratégias que ajudam as empresas a construir valor para os consumidores. Confira:

Mindy Grossman é uma dessas executivas que inspiram logo no primeiro momento. CEO da HSNi, ela fez a empresa alcançar os US$ 4 bilhões de faturamento – metade desse resultado vem de canais digitais. Com mais de 35 anos de experiência, Mindy desenvolveu grandes negócios, como toda a linha feminina da Nike, foi VP da Ralph Lauren e executiva sênior na Tommy Hilfiger. Foi eleita a mulher do Ano pela Forbes em 2003, uma das 50 pessoais mais inovadoras pela Fast Comoany e é considerada uma das mulheres mais poderosas do mundo. Carismática, envolvente e visionária, Mindy fez uma apresentação incrível no Shoptalk 2017, em Las Vegas. E repetiu a dose no World Retail Congress, em Dubai.

Em linhas gerais sua apresentação “Tecnologia + Sentido é igual a Vida Conectada”, a executiva trouxe as mesmas ideias e a mesma visão da palestra anterior, buscando conciliar tecnologia e sentido, inovação e propósito para criar conexōes com os consumidores. “Estamos no negócio do significado. Em 2020, teremos 50 bilhões de dispositivos conectados. E nosso trabalho é entender e criar conteúdos para uma vida totalmente conectada”, afirmou Mindy no início de sua apresentação.

O valor do significado vem da compreensão de como a tecnologia pode ser integrada ao conteúdo para criar uma vida melhor. “Pensem que ao invés de milhões de pessoas assistindo a uma tela, temos agora milhões e milhões de pessoas com o mesmo número de telas vivendo experiências diferentes”, provoca a CEO.

Os 5 princípios estratégicos

A mobilidade é a nova loja, não um device, mas o destino das pessoas. Todos são competidores, de qualquer segmento. A competição é de experiências e não de setores. A agilidade é a nova inteligência. Não há mais tempo para esperar. A atualização pessoal é o novo valor e talento é o que vale. Em meio a esse contexto conflitivo, como criar sentido para os clientes nesse novo mundo?

Mindy oferece 5 pilares para a construção e a oferta de sentido para os consumidores:

Personalização

Devemos reconhecer o poder do indivíduo e como a tecnologia pode ser motivadora de uma experiência pessoal. Para Mindy “isso é crítico”. “Envolve conteúdo e produto distribuídos em multitelas, considerando que a experiência transmídia deve oferecer esse conteúdo para um storytelling individual, por meio do qual cada pessoa descubra o seu sentido e a sua verdade”.

Localização

Personalização on-line e dedicação intensa nas lojas, levando-as para próximo das pessoas. A própria HSNi criou uma loja itinerante que leva a experiência da marca para criar conexão com comunidades locais e, ao mesmo tempo, compreender melhor novos mercados potenciais. A loja é montada e desmontada conforme um roteiro, totalmente baseada em um caminhão.

Curadoria

Usar tecnologias inteligentes que possam criar formas de tornar a vida mais inteligente e simples. Mindy fala sobre soluções que tornem o sono mais agradável, sensores de temperatura, redução de sons, sensações e luzes. Alexa, Nest, equipamentos que hoje se dedicam a fazer o oposto do que a tecnologia costuma fazer: ajudar o nosso sono ao invés de nós fazer ficar acordados.

Generosidade e impacto

Inspirar novas gerações e empreendedores entregando a esses públicos maior valor e conexão emocional. Um bom exemplo, segundo ela, é criar eventos de mentoria que possam ajudar esses talentos a entender como reimaginar seus negócios e suas vidas numa era plena de tecnologia. A HSNi ajuda a criar novos empreendedores que possam constituir uma nova geração de talentos, conciliando oferta de oportunidades e negócios em uma plataforma. “Mudar vidas, de uma forma emocionante”, defende Mindy.

Experiência – mas que experiência?

“Entretenimento é importante para nosso negócio. Como usamos nossa paixão e curiosidade para fazer desses sentimentos o nosso negócio?”, afirma a executiva. A ideia aqui é desenvolver produtos culturais, envolvendo designers e marcas para lançar produtos que possam gerar engajamento sem precedentes. A HSNi falou com 28 designers para criar produtos completamente imersos na estética do filme “A Bela e a Fera”, da Disney, além de criar um evento especial, com venda de artigos inspirados no filme, em uma data específica, colaborando tanto para gerar ainda mais sentido ao filme e, em contrapartida, trazendo uma experiência distinta para dentro da loja física. A ideia se transformou em conteúdo para TV e internet e foi estendida para a própria festa de lançamento do filme, criando uma combinação de elementos, fantasia, projeção, identificação, magia para criar sentido para os consumidores.

“Vivemos em um mundo físico, mas temos de usar tecnologia para melhorar nossa vida nesse mundo físico. Como varejistas estamos entregando valor e sentido para as pessoas que fazem parte dessa história, nessa nova vida conectada?”, concluiu a executiva, repetindo o pensamento de sua palestra no Shoptalk.

A grande lição aqui da HSNi é trazer a tecnologia para dentro do negócio e fazer dela um instrumento para criar histórias e conexões poderosas com os clientes.

Posts Relacionados